Filosofias do Despertar, Vanguarda e Tradição

Mais Recente

Eventos com a presença de Rémi Boyer em Portugal no final de Outubro

remi

RÉMI BOYER estará presente em Lisboa e Sintra no final de Outubro, com o seguinte programa de eventos:

Fado - Capa RGB

24 Outubro (Quinta-feira), 18h30
FNAC Colombo, Lisboa
Lançamento do livro:
FADO, SAUDADE & MYSTERY
com apresentação de Rodrigo Sobral Cunha (co-edição Zéfiro & Arcano Zero)
www.fnac.pt
SERPENTE

25 Outubro (Sexta-feira), 21h
Amigo da História | Esquadro e Compasso, Lisboa
Palestra: “INICIAÇÃO NO JARDIM E INICIAÇÃO NA CIDADE
com tradução simultânea para português por Jorge de Matos
www.amigodahistoria.pt | evento facebook
ColóquioPitagorismo_1ColóquioPitagorismo_2

26 Outubro (Sábado), 15h
Casa do Fauno, Sintra
Participação no Colóquio
PITAGORISMO & INICIAÇÃO
– ORIGENS E MISTÉRIOS DA TRADIÇÃO OCIDENTAL
“,
com o tema
FRANCO-MAÇONARIA E PAGANISMO
– A ORDEM PITAGÓRICA E A ORDEM DE SAT BHAI

com tradução simultânea para português
www.casadofauno.wordpress.com | programa | cartaz – 1 | cartaz – 2
SeminárioAsViasDoDespertar

27 Outubro (Domingo), 10h-19h
Casa do Fauno, Sintra
Seminário: “AS VIAS DO DESPERTAR
com tradução simultânea para português
www.casadofauno.wordpress.com | programa | cartaz

Já se encontra disponível o novo nº de “La Lettre du Crocodile”

lettre du crocodile

Leia gratuitamente a versão PDF (em francês / em français):

A Virgem do Ó-jpg-peq

Seminário:
AS VIAS DO DESPERTAR

com RÉMI BOYER

27 Outubro, 10h-19h
Casa do Fauno, Sintra

Programa:
Práticas Não-Dualistas e Hinários
(“Hinário à Deusa” e “Hinário ao Rei Encoberto”)

Mais Informações | Inscrições

A edição italiana de “L’Esprit des Choses”

esprit n°1.13_Page_01

Foi publicada a edição italiana da revista L’Esprit des Choses, dirigida por Giancarlo Tumiati.

Esta publicação é feita no âmbito do Centro Internacional de Pesquisas e Estudos Martinistas (CIREM), coordenado por Rémi Boyer.

A versão PDF é gratuita e pode ser lida em:

Hinário ao Rei Encoberto

destaque_hinarioaoreiencoberto

JÁ DISPONÍVEL PARA PRÉ-ENCOMENDA:

HINÁRIO AO REI ENCOBERTO
17 Trovas Sebastianistas
Rémi Boyer

O Sebastianismo, veículo do mito fundador do Rei Encoberto, é um dos três pilares, com o mito do Quinto Império e o Culto do Espírito Santo, de uma Tradição portuguesa tão misteriosa quanto fascinante, tradição cuja operatividade passa pela poesia, sendo esta, por essência, profética.

«Seguir o rasto de um Rei que os homens e os tempos teimaram em matar, denegrir, apagar e encobrir, revela-se tarefa complicada.

Da análise dos documentos resulta que o Rei saiu vivo da batalha e que muito provavelmente acabou os seus dias em Limoges; já a resposta à questão de saber em que circunstâncias lá chegou, por onde andou, como viveu, permanece ainda encoberta, como encoberto foi o seu destino depois do dia 4 de Agosto de 1578. 

Tinha razão o povo. O Encoberto não era um fantasma, era El-Rei D. Sebastião que vivia.»

Maria Luísa Martins da Cunha, in Anexo: “No Rasto d’El-Rei Dom Sebastião”

 

Prefácio: Jorge de Matos

Ilustrações: Lima de Freitas, Carlos Barahona Possollo, Françoise Pelherbe

 

Publicado sob a égide da Société d’Études et de Recherches sur le Cinquième Empire

Co-Edição: Zéfiro, Arcano Zero & Rafael de Surtis

Edição Bilingue: Português – Francês

 

PVP: 14 €

FAÇA A SUA PRÉ-ENCOMENDA COM 15% DESCONTO: 11,90 € (-2,10 €)

Oferta válida até 10 Fevereiro 2013

Faça o seu pedido em: www.zefiro.pt

Groupe de Thèbes – Ombres et Lumières

Entretien accordé à Dominique Dubois par Rémi Boyer
Pour Historia Occultae nº3 sept 2010 (revue-livre éditée par L’œil du Sphinx)

Commençons par une question simple : Qu’est-ce que le Groupe de Thèbes ?

La question est simple. La réponse ne l’est pas. Commençons par dire ce que le Groupe de Thèbes n’était pas. Ce n’était pas la Grande Loge Blanche, ce fut en effet dit ici et là. Ce n’était pas non plus, a fortiori, la Grande Loge Noire, ce qui fut entendu aussi. Grande Loge Blanche et Grande Loge Noire sont d’ailleurs deux mythes qui se sont révélés davantage toxiques que bénéfiques, plus destructeurs que fondateurs. Le Groupe de Thèbes n’était pas le fameux troisième ordre de la Golden Dawn. Ce qui fut écrit par un responsable de la Golden Dawn, sans doute dans un moment d’exaltation. Ce ne fut pas une nouvelle Loge P2, comme on a pu le laisser entendre. Enfin, ce ne fut en aucun cas un groupuscule d’extrême droite comme ce fut dit, écrit et parfois repris, encore aujourd’hui, par malveillance ou stupidité, par des personnes qui ne prirent jamais le temps de vérifier les faits ou qui même n’en avaient pas envie, préférant se complaire dans une médiocrité rassurante.

Leia o restante desta página »